O caminho até o casamento!

Sabe aquelas fases de solteiro que vc vive tão intensamente que parece que o mundo vai acabar no dia seguinte?!

Um dia, eu vivi isso! E estava tudo sendo perfeitoooo, meus amigos estavam todos solteiros e vivendo no mesmo ritmo que eu. Festas, baladas, churrascos, viagens.

Saíamos todas as noites, a única folga era as segundas-feiras. De terça a domingo sempre arrumávamos algo para fazer.

Mas aos poucos essa vidinha foi cansando. É uma vida bem animada, mas muita vazia também. Aos poucos eu fui diminuindo a intensidade das saídas. Até que um dia eu conheci o homem da minha vida!!!!!

Confesso que foi quando e onde eu menos esperava. Hj eu tenho certeza que Nada é Por Acaso!!!!! Nos conhecemos no trabalho. Mas uma barreira apareceu de cara, ele morava em SP e eu  no RJ. Nós víamos a cada 15/20 dias. Até que ele veio de mala e cuia para Niterói. Depois da mudança não nos desgrudamos mais. Ficávamos tão grudados que meu pai resolveu sair do RJ e mudar para Niterói, pois eu quase não ia mais para casa...rs.

Um dia surgiu o papo CASAMENTO! E ele crente que era só ir no cartório e tudo certo, quase caiu para trás quando eu disse que sonhava em casar na igreja, fazer festa e tudo o mais que eu tinha direito.

Eu não quis festa de 15 anos, mas sempre sonhei com a festa do meu casamento. Aos poucos ele foi vendo o quanto era importante para mim.

Em 2008 várias amigas casaram, e eu ajudei todas na organização, pesquisa, contato com fornecedores. Me empolguei tanto ajudando elas que começei uma pesquisa de todos os serviços, profissionais que envolviam uma festa de casamento.

Durante esse período muitas dúvidas surgiram. Uma delas é: até que ponto vale a pena gastar tanto em uma festa de 5h? Não será melhor investir em um imóvel? Afinal, quem casa quer casa! E o noivo não fazia questão, seria justo fazê-lo gastar tanto para realizar um sonho só meu?!

Mas na noite de Natal de 2008, eu fui surpreendida com o pedido de casamento, com direito a anel de noivado e aliança!!!! Nossa, para mim foi uma emoção sem tamanho!!! Naquele momento ele deixou bem claro que estava embarcando no meu sonho!

Conversamos muito no último ano, e ele me disse " Lili, a sua felicidade não tem preço! O brilho dos seus olhos valem muito mais do que um apto. Podemos comprar os bens materiais depois, juntos! "

Então é isso galera, o noivo embarcou nesse mundo casamentício e está super participativo. E a noiva aqui mega feliz!

Um bj !

4 comentários:

Casamento de Monnike e Michel disse...

Oi Liliane
Ai escuto tanto essa frase "até que ponto vale a pena gastar tanto em uma festa de 5h?" mas tb penso que sonho é sonho, então eu resolvi batalhar pelo meu sonho, que sempre foi casar na igreja com o vestido de noiva branco etc etc
O meu não embarcou como o seu no mundo casamentício, rss ... mas estou correndo atras assim mesmo.
Bjão
Monnike

Carla disse...

Lili...

então, vou contar como foi o meu casamento.
O Marcelo não foi contra nem a favor... como ele não poderia arcar com grandes coisas, só um bolo com champagne era mais que bem vindo.

Mas era um sonho... e aos poucos fomos nos envolvendo e tendo a participação da família.

Bem verdade que o fato de termos conseguido uma casa militar pagando muito pouquinho influenciou bastante.

Mas a grana que gastamos, teríamos comprado um carro zero novinho, novinho. Ou seria a entrada de um apto...

Perguntem se volto atrás!!! Nãoooooooooooooo.
Curtimos cada momento... foi o dia mais feliz da minha vida. Não tem preço. Mas tivesse, mais teria gastado. Faria tuuuuuuuuuudo de novo. Agora com experiência e menos insegurança de achar que nada vai dar certo.

Pois gente... dá certo sim!!! Deus abençoa sempre as noivinhas. hehehehe

Beijocas,
Carla.

Liliane disse...

Carla

Normalmente os homens não tem esse sonho, nós meninas que pensamos nisso desde criança.

Eu tento pegar suas dicas e sua experiência para preparar o meu casamento e relaxar que no dia tudo dá certo!!!

Bjos!

P.S. Não consigo enviar no seu :(

Isabela disse...

Lili,

posso garantir que este é um dinheiro muito bem gasto.
Quando era nova e nem pensava em casar ainda, vivia dizendo que não faria festa, que pegaria o dinheiro e fazia uma baita viagem.
Mas olha, eu não me arrependo de ter gasto cada centavo.
O noivo sempre foi super participativo...um amor.
Curtimos demais e sempre falamos que, se pudessemos ($$$) casariamos de novo...rs

super beijo