Como foi com a diarista?



Foi uma das perguntas que mais ouvi/li nos últimos dias...hehehe. Se você, não se lembra, nesse post, eu falei sobre a contratação de uma diarista para minha casa. Então, senta lá, porque lá vem história, e já vou avisando que o post é looongo....rs

Eu entendo que algumas pessoas não confiem em deixar suas casas nas mãos de estranhos, eu também não confio ou não confiava, por isso tive uma sexta-feira infernal! Mas, não posso virar a escrava Lilizaura, não é? Eu adoro cuidar da minha casa, mas fazer o serviço de limpeza e passar roupa são coisas que tomam muito tempo, além do cansaço físico que no final do dia é inevitável. O ciúme da minha casa é tão grande, que desde que a outra faxineira se foi, eu fiquei meio que procurando não querendo achar, sabe? Sem me esforçar....no fundo, eu não queria nenhum estranho dentro da minha casa. Mas meu joelho reclamou e muito, senti muitas dores, ainda sinto, e vi que não dava mais para continuar brincado de querer ser a super diarista de confiança entrou em extinção, só pode! rs. Eu ia perguntar as pessoas, e elas me respondiam: "se você conseguir alguém me indica? Estou há séculos procurando alguém..." hehe.

Infelizmente ou felizmente eu trabalho, tenho minha vida profissional, e não posso abandoná-la, pelo menos ainda, eu saio de casa às 6h30m e chego às 17h. A minha única opção é deixar a pessoa lá sozinha durante o dia. Ok, eu sei que muita gente vai dizer: marca no sábado. Primeiro que conseguir alguém é muito difícil, que tenha o sábado disponível e queira trabalhar nele mais ainda. E outra coisa, a intenção não é apenas ter alguém que faça, mas também voltar a ter os sábados livres para curtir ao lado do meu marido (fiquei 3 meses presa em casa sábado o dia todo, fazendo os serviços domésticos, final do dia estava cansada e não tinha ânimo para nada).

Então, com um enorme aperto no meu coração eu entreguei minha casa nas mãos da Bárbara na sexta-feira. Vim trabalhar com o coração apertado. Na verdade, passei a semana toda assim. Pois a conheci na segunda-feira. Mas não tinha saída, era arriscar ou viver com a casa de pernas para o ar até meu joelho ficar bom. Rezei e entreguei nas mãos de Deus. Ele, melhor que ninguém, sabe o quanto ralamos para montar nossa casa, tudo lá é novinho! Uma parte nós ganhamos no casamento e outra compramos para o casamento.

A Bárbara foi indicação, jamais deixaria minha casa nas mãos de uma pessoa qualquer, sem referência nenhuma. Não devemos desconfiar de ninguém, mas a prevenção é sempre o melhor caminho.

Passei uma sexta-feira super tensa, angustiada, desesperada....chorei, nem trabalhei direito, não conseguia me concentrar em nada que não fosse o relógio e seu lento ponteiro. Eu tenho saído mais cedo (16h30m) para pegar a barca vazia, já que não posso ficar muito tempo em pé. Um pouco antes desse horário a Bárbara me ligou, avisando que iria embora, pois a sogra não poderia buscar a filha dela na creche. Qualquer coisa, eu poderia ligar para ela. Eu nem esperei dar o horário, peguei minhas coisas e parti!

Cheguei na porta de casa, meu marido ligou:
- Lili, tudo bem? Como está a casa?
- Não sei, estou na portaria esperando o elevador que não desce, estou quase indo de escada.
- Não Lili, seu joelho espera.
- Acho que estou morrendo, me falta ar, meu coração está acelerado.
- Calma, vai dar tudo certo!
- Será!? Estou desesperada para ver a casa! O elevador está chegando, vou desligar! Me liga daqui a pouco, se eu não atender, é porque eu morri...aí você corre pra cá, tá?
- Respira fundo, vai dar tudo certo! (meu marido e sua calma eterna...rs)

Elevador chegou ao 8º andar, eu abri a porta e entrei com um radar ligado e com uma visão além do alcance  e fui vistoriando tudo! Genthém, meu coração estava acelerado, pernas bambas....elas pareciam não me obedecer. Olhei sala (conferi se os mimos das viagens estavam inteiros), corri para o escritório (3 laptops e 1 netbook moram sobre a mesa), fui ao meu quarto, quarto de hóspedes, banheiro, cozinha, área e tudo estava PERFEITO!!!!!

Eu sentei e chorei! Foi uma mistura de alívio, de peso na consciência por ter pensado tantas coisas sobre a Bárbara, de gratidão por ela feito tudo com tanto carinho. Ok, eu sei que ela ganha para fazer tudo isso, mas nos dias de hoje é tão difícil alguém ter carinho com as coisas alheias...sabe quando você sente que a pessoa se esforçou para te agradar? Foi isso que eu senti! Ela poderia muito bem ter feito apenas o que eu pedi, mas não, ela fez mais! Ela deixou registrado que quer e precisa trabalhar. E isso é legal, porque a outra diarista, era de confiança, trabalhava para minha mãe, mas fazia na minha casa o que ela queria, achando que eu não sabia fazer (já que na casa da mamys não fazia nada)...cagava para o que eu falava e pedia...e foi embora sem dar tchau pra mim e pra mamy! Legal, né? #NOT

Eu pedi a Bárbara para ela passar a roupa, lavar o banheiro e cozinha. Era muita roupa e eu queria colocar em dia, era a prioridade, para nas próximas semanas ela ter apenas a roupa da semana para passar e não perder tanto tempo com isso. Achei que não daria tempo para mais nada. Mas ela fez tudo que eu pedi e muito mais! Ela deixou minha casa limpa, cheirosa, arrumada. Claro que não foi uma mega faxina, já que tinha uma pilha gigante de roupa para passar, mas a casa estava digna para esperar até a próxima sexta-feira, sem eu ter que fazer nada. Lavou a louça do café da manhã e deixou tudo arrumadinho em cima da pia para eu guardar, já que ela não sabe, ainda, onde eu guardo as coisas. Com a outra diarista, eu nem deixava ela lavar minha louça, porque ela quebrou em um mês, um jogo inteiro de copo (eles estava no chão do quarto porque os móveis não haviam chegado ainda, avisei mil vezes para não mexer que naquele lugar tinha vidro, mas ela cagou pra mim, quando fui guardar as coisas, percebi o estrago).

Eu sentei e chorei! Foi uma mistura de alívio, de peso na consciência por ter pensado tantas coisas sobre a Bárbara, de gratidão por ela feito tudo com tanto carinho. Ok, eu sei que ela ganha para fazer tudo isso, mas nos dias de hoje é tão difícil alguém ter carinho com as coisas alheias...Sabe quando você sente que a pessoa se esforçou para te agradar? Foi isso que eu senti! Ela poderia muito bem ter feito apenas o que eu pedi, mas não, ela fez mais! Ela deixou registro que quer e precisa trabalhar. E isso é legal, porque a outra diarista, era de confiança, trabalhava para minha mãe, mas fazia na minha casa o que ela queria, achando que eu não sabia fazer...cagava para o que eu falava e pedia...e foi embora sem dar tchau pra mim e pra mamy!

Enquanto isso, na sala o celular tocou, tocou e eu não ouvi...marido deduziu o que? Deu merda! E sexta-feira é um dia que chegar a Niterói de carro é uma missão quase impossível! Ele ficou desesperado, porque ligou para o telefone de casa e eu não atendi (descobrimos que está com defeito), aí resolveu ligar para o celular da empresa...esse eu ouvi, o barulho é estridente! rs. Coitado, ele estava super nervoso, achando que alguma coisa tinha dado errado...marido aliviado eu fui tomar uma água para me refazer....

Depois desse momento o telefone não parou mais de tocar...foi pai, duas madrinhas de casamento, amiga, todos queriam saber se tinha dado certo, se eu estava bem....acho que todos sentiram minha angústia e desespero. Tirando meu pai e uma madrinha de casamento que eu vi pessoalmente, os outros eu falei por telefone e email. Mas mesmo assim, sentiram meu desespero.

Quando meu corpo voltou ao normal eu liguei para a Bárbara:
- Oi Bárbara, é a Liliane.
- Oi Liliane, me desculpa por não ter feito mais coisas, eu ainda estou meio devagar. Queria ter feito mais, mas não deu tempo, tive que sair cedo por causa da minha filha. Na próxima eu faço melhor.
- Não liguei para reclamar, mas para agradecer o carinho que você teve com a minha casa e minhas coisas. Obrigada!
- Obrigada você por ter confiado em mim, pode ter certeza que vou me esforçar para fazer cada vez melhor. Bom final de semana.
- Bom final de semana.

Desliguei, com  sensação de dever cumprido. Deu para sentir na voz dela, que ela ficou feliz por eu ter ligado. Agradecer não faz mal a ninguém., pelo contrário, deixa a outra parte feliz por ter seu trabalho reconhecido! #ficadica

Hoje, véspera da visita da Bárbara, não posso dizer que já estou 100% tranquila, porque não estou...rs, na verdade, acho que nunca vou ficar, afinal, é minha casa, meu lar doce lar. Mas que meu coração está menos angustiado, isso tá!

Resumindo, ser gente grande não é nada fácil! rs.

Outro dia, eu conto sobre a Bárbara e sua história de vida!






P.S. A vencedora do sorteio, entrou em contato por email em menos de 20 minutos após o post ir ao ar. Sinal, que ela acompanha meeeesmo! rs. A entrega do mimo já está sendo combinada. Em breve, posto foto para vocês verem.







23 comentários:

Aline Alarcão disse...

Ai, Lili, que alivio, né?!
Eu arrumei uma esses dias para limpar o ap assim que a reforma acabou e fiquei decepcionada... Mto fraquinha!!! Dispensei e já estou a procura de outra, mas aqui em Brasília é super complicado. Elas cobram um absurdo e geralmente não gostam de lavar e passar roupa, só limpar a casa (vê se pode?!). Fico feliz que tenha dado certo aí na sua casa. Torce por mim, flor!!! rs... bjo

Jessica disse...

Lili
Q alívio lindona, q coisa boa né???
Tb estou em busca de uma, tb passo sábados e sábados limpando, e queria na vdd descansar e curtir com o marido...
Fiquei super feliz por vc, q bom encontrou alguém bacana, pq realmente isso hj em dia é dificil...
Bjooooooo

Noiva tatah disse...

Que teeeenso...imagino que não seja fácil mesmo. Mas ainda bem que você sobreviveu e a Bárbara é uma boa pessoa :)
Depois volte para contar como foi essa segunda vez

Bruna e Elcio disse...

Ainda bem que deu tudo certo Lili!
Eu acho que não terei esse problema, pois meu marido trabalha 6x3, da pra dar uma geral enquanto ele trabalha.
Bjus =*

Jana disse...

Aiiiiiiiiiii que agonia ir lendo o post até chegar ao resultado, rsrsrsrs... acredita que meu coração acelerou? Acho que me senti no seu lugar, pq daqui poucos meses é a minha vez, rsrsrsrs... fico feliz que tenha dado tudo certo. Se vc fosse de SP ia pedir os contatos da Bárbara, hehehehe... bjão e bom fim de semana de joelhos para o ar, rs!

Ju disse...

ô amiga, que coisa boa, né?? fico muito feliz que tenha dado tudo certo! E vai continuar dando! tenha certeza disso!

Além disso, agora vc vai poder curtir mais o final de semana e o maridón!

beijos, ju

Liliane disse...

Aline, você vai conseguir alguém legal. Pode demorar, como aconteceu comigo, mas vai dar certo. Aqui elas também não lavam, eu deixo tudo lavado. E não são todas que passam, como eu fechei com ela 1x por semana, ela topou passar. Os preços aqui também é salgadinho. Mas, vale a pena...hihi. Já estou na torcida! ;)

Jana, meu marido morou em SP até 2006 e a pessoa que trabalhava na casa dele, estava lá há 3 anos. A anterior a essa ficou mais de 10 anos com ele.

Meninas, obrigada pela preocupação, viu? Vocês são umas queridas.

Beijo em todas!

Gisela disse...

Gente adorei a historia!!!

Adoro sempre ler os blogs de novas donas de casa por isso resolvi criar um para chamar de meu, dá uma passa dinha lá http://asaventurasdeumadonadecasa.blogspot.com/

Bjs

Maitê disse...

Nossa, que alívio hein ????

Lendo o seu post, eu agradeço a Deus por não estar trabalhando e poder ficar acompanhando de perto a serviço da faxina aqui em casa (rs............).

Uma perguntinha só : Sério mesmo que vc deixa todos os computadores dando bobeira assim ???? Aqui em casa, os dois que ficam em cima da mesa no escritório, eu guardo nas gavetas e o netbook já fica guardado pois não usamos todos os dias.
Sabe pq eu guardo?? Pq já teve uma cidadã que passou óleo de móveis em cima dos notebooks !!!! hahahahahahahaha ... Então como aqui eles funcionam pelo wi-fi ... é só tirar da mesa e guardar. (rs....)

Beijinhos

Liliane disse...

Oi Maitê, vc tem muita sorte...rs...queria poder fazer o mesmo, mas infelizmente não dá...rs

Eu pensei nisso, mas meu marido trabalhou até tarde no lap e ele nunca consegue usar apenas um. No mínimo dois de cada vez. Depois acabei esquecendo...mas eu teria que guardar os laptops, o netbook, os hd´s externos...

Quando ela esteve lá em casa para nos conhecermos, mostrei a casa e disse que no escritório não precisaria limpar as mesas. A minha além do lap tem minhas makes (fiz de mini penteadeira até comprar uma...hehe) e a do marido tem além dos laps, net, tem vários papéis.

Graças a Deus que deu tudo certo!

Beijos!

P.S. Estou doiiida atrás dos discos, adorei muito a idéia...rs

Juju e Beto disse...

Lili que bom que deu tudo certo! Cuida bem da Bárbara viu? hj em dia está tããão difícil achar alguém caprichoso e que ainda passe roupa...
Eu entendo a ua agonia... Ainda nem temos a nossa casinha, mas já cuido tão bem do nosso enxoval, tenho TANTO ciúme dele que já estou até vendo como serei qd tiver a minha casinha mesmo para cuidar.
Bjs!

Tatiane Freitas disse...

Li, eu acompanhei a saga da doméstica e fiquei mto feliz que tenha encontrado alguém de confiança e que está fazendo um ótimo trabalho no seu lar doce lar.

beijosss


e como esta o joelho ?

Biessa disse...

Ai, que alívio!
Que bom que ela cuidou da sua casa com carinho. É o mais difícil de achar, você tem razão. Depois quero o contato da Bárbara... rs

Bj

Sra. Mari disse...

Apesar de ja estar cansando a beleza de ser faxineira da minha propria casa, ainda nao criei coragem ! rsss
Acho estranho outra pessoa ficar mexendo nas minhas coisas. A unica que eu confiaria é a que trabalhava na minha mae, mas ela teve 2 filhos e parou de faxinar. Essa eu confio de olhos fechados. Sempre arrumou a zona do meu quarto la na minha mae, e colocou tudo do jeito que eu gosto. Sabe coisa feita com amor e carinho ? Vc sabe, pq foi o que aconteceu com vc.

Bjo

Liliane disse...

Mari, eu sei quanto é difícil, mas podemos achar alguém de confiança para nos ajudar, pelo menos na parte mais pesada. Tenta um teste com alguém INDICADO um dia que você estiver em casa para ficar de olho...

Biessa, te dou o contato sim. É só pedir quando vc precisar...Mas a Bárbara mora em São Gonçalo, tá?

Beijos meninas

Vanessa Santos disse...

Nossa Lí fui lendo e ficando tensa,que alivio que deu tudo certo.
Acho que vou sofrer como você quando chegar minha hora ahah
Beijokas

Carol disse...

A menina.. fiquei assim tb qdo me mudei pra Barra.. a menina que trabalhava la em casa por 20 anos nao queria vir pra essa lonjura e fiquei um tempo sem ninguem e a casa ficou um nojo! O pior é que eu tenho a preocupação a mais: gostar do Bartô e tratar ele com carinho.
Consegui uma menina que tem gatos e tudo mais :D E como ela é meeeeeeeeeega religiosa (testemunha de Jeová) acredito que nao faça mal nenhum pra ninguem.
E realmente, ela limpa muuuuito bem! A outra tb achava que eu tendo minha propria casa eu nao era capaz e tb nao acreditava em mim. Agora esse vem cheia de novidades e arrasta tudo!! Muito bom, ne? Fico feliz que vc tenha achado a Barbara :D E eu ainda AMO esse nome :D

Beijos!

Josi Menezes disse...

Nossa Lili que luta eu sei o que é isso, por ora eu desisti, estou só estudando, cuidando da casa e dascoisas do casório.Achei melhor.
bjosssssss e boa sorte!!!

disse...

Que aflição, graças a Deus deu td certo!
Beijos

Juh disse...

Nossa Lili que alívio!
eu ainda nem casei mas já estou super preocupada com isso,essa semana noivo entregou as chaves da nossa casa pro pedreiro fazer as coisas e acredita que já fiquei angustiada?
é nossa casa,nosso canto,dá uma preocupação imensa,depois de casar não sei como vou me virar pq eu e o noivo saimos cedo e chegamos tarde e arrumar pessoa de confiança hj em dia é coisa rara,que bom que encontrou a sua!

Bjs

Sra. Carol Sena disse...

que bom que deu tudo certo neh
ta certo em ter pe atras, minh mae sempre fala confie descobfiando!
bj

Sra. Carol Sena disse...

que bom que deu tudo certo neh
ta certo em ter pe atras, minh mae sempre fala confie descobfiando!
bj

alyne disse...

lili
fico feliz de vc ter conseguido alguem de confiança pra cuidar da sua casa!
hoje tudo é tudo tao mais dificil e encontrar alguem que trabalhe direitinho e uma sorte grande!

bju grande
alyne